supercomemoração

Grife americana Tommy Hilfiger faz 25 anos em grande estilo

por Luty Vasconcelos - 9 de setembro de 2010
O estilista Tommy Hilfiger retratado por Annie Leibovitz para o livro comemorativoTudo começou em 1969, no banco traseiro de um Fusca. Thomas Jacob Hilfiger, um jovem americano de 18 anos, tinha apenas US$ 150 no bolso, 20 calças jeans tipo boca-de-sino e, naquele momento, nunca imaginaria que isso se transformaria em uma das mais badaladas grifes de sportswear do mundo. A Tommy Hilfiger completa 25 anos em grande estilo em setembro com direito a livro, coleção especial e ainda uma típica festa americana ao ar livre, organizada em parceria com a gigante loja de departamentos Macy's. A data para esse evento é na próxima sexta-feira, dia 10.

LEIA MAIS: Nova coleção da H&M com a Lanvin é mais uma associação entre fast-fashion e a moda autoral

Os produtos da marca Tommy Hilfiger agradam desde os jovens fãs de hip-hop até os mais "mauricinhos", graças ao olhar contemporâneo do estilista sobre clássicos do guarda-roupa. Até a metade da década de 90, o perfil de consumidor da marca era semelhante ao de grifes como Calvin Klein – homens brancos, de classe média e meia-idade. Mas quando o cantor de rap Snoop Dogg apareceu vestindo uma camisa Tommy Hilfiger no popular programa de humor da televisão norte-americana "Saturday Night Live", em 1994, jovens negros aderiram à moda e as vendas dispararam da noite para o dia. O fenômeno surtiu efeito até mesmo nas criações do estilista, que soube perceber o potencial do novo nicho e logo passou a desenhar roupas mais largas e casuais para suprir a demanda dos novos consumidores.

O artista australiano Michael Zavros pintando os retratos que inspiraram a coleção especialEssa e outras histórias serão contadas em uma obra especial comemorativa. Em formato de scrapbook, o livro terá 144 páginas e mais de 200 ilustrações entre recortes de jornais, revistas, inspirações e fotos. Tudo o que fez com que Tommy virasse um dos nomes mais celebrados na moda. A edição de luxo, limitada a mil unidades, vem em uma caixa de linho com as linhas do logotipo da grife bordado a ouro ao preço de US$ 550.

Uma coleção especial também foi preparada pelo estilista, que fez uma releitura das 25 peças mais famosas de sua marca. Para criar a “Icon Collection”, Tommy se inspirou em grandes nomes da moda, da música e do cinema, como Debbie Harry, Grace Kelly, James Dean e Iggy Pop. A campanha é ilustrada pelo artista australiano Michael Zavros, que desenhou retratos das personalidades tão icônicas quanto as peças da grife. A coleção limitada será vendida nas lojas Tommy Hilfiger ao redor do mundo e ainda na Macy's.

Além de tudo isso, o estilista promete uma megafesta para o dia 12 de setembro, data em que a Tommy Hilfiger desfila sua coleção na semana de moda de Nova York. A festa deve acontecer após o desfile e contará com um show musical ao vivo. Aos 59 anos, Tommy conserva o fôlego e a juventude dos 25.

Gostou? Siga o Colherada no Twitter!
Últimos comentários

Nenhum comentário para exibir, seja o primeiro a escrever um!

Faça o seu comentário

Top 5 as mais clicadas

Vídeo

Publicidade
Colherada no Twitter
Ressaltamos que nenhum estabelecimento foi incluido neste guia por ter feito publicidade em qualquer publicação nossa e que nenhum tipo de pagamento influenciou as resenhas. As opiniôes publicadas neste site são dos escritores do Colherada Cultural e são totalmente independentes