agora é a vez do cinem

"Cadaver": Tavi Gevinson vira animação na sua estreia nos cinemas

por Luty Vasconcelos - 4 de fevereiro de 2012
Tavi cresceuA ex-blogueira mirím mais badalada da história da moda, Tavi Gevinson, rompeu a fronteira fashionista para explorar seus outros talentos. Ela já mostrou que é afinada e que sabe tocar violão ao postar um video no qual canta e toca um cover de Joni Mitchell, em dezembro de 2011. Agora a menina chegou no universo do cinema. Ao lado de Christopher Lloyd e Kathy Bates, a mocinha vira desenho animado na história de amor “Cadaver”, ainda sem previsão de lançamento.

Cena de

+Veja as imagens do livro que conta a história da editora de moda pioneira no Brasil

Tavi emprestou sua imagem e voz para a animação que conta a história de um homem morto que volta à vida no necrotério - apenas procurando algum encerramento, como os mortos-vivos tendem a fazer. Ao lado de Christopher Lloyd, o cara morto-vivo, e Kathy Bates – a mulher do cadáver, os três convencem um pobre estudante de medicina que está no meio da execução de uma autópsia de que ele não está morto.

A blogueira é também a narradora do filme e canta uma versão de "Heart of Gold", um clássico de Neil Young, que pessoalmente deu permissão a Tavi para regravar sua música.



A imprensa especializada apostou diversas vezes que Tavi seria a substituta de Anna Wintour. A menina já havia postado em seu blog que tinha o desejo de deixar a moda um pouco de lado para passear em outros universos. Com tantos talentos ela vai mostrando que pode ir além de da toda-poderosa editora da "Vogue" Amércia.

VEJA AQUI UM MAKING OF DE "CADAVER"





Gostou? Siga o Colherada no Twitter!

Curta a página do Colherada no Facebook!


Últimos comentários

Nenhum comentário para exibir, seja o primeiro a escrever um!

Faça o seu comentário

Top 5 as mais clicadas

Vídeo

Publicidade
Colherada no Twitter
Ressaltamos que nenhum estabelecimento foi incluido neste guia por ter feito publicidade em qualquer publicação nossa e que nenhum tipo de pagamento influenciou as resenhas. As opiniôes publicadas neste site são dos escritores do Colherada Cultural e são totalmente independentes